Você conhece a Torre Rosa montessoriana?

Atualizado: 27 de set. de 2021

Quem me acompanha com mais frequência lá no @ambientepreparado viu que eu ganhei de presente da @criandobrinquedos um material montessoriano que era meu "sonho de consumo" [você considera educação um consumo ou investimento? 😊]: a Torre Rosa.





Como sei que cada material montessoriano tem uma finalidade específica e que sua apresentação deve ocorrer seguindo o período sensível adequado (e também as habilidades desenvolvidas por cada criança), vim compartilhar um pouquinho mais sobre ela.


O QUE É A TORRE ROSA?

Ela faz parte de um conjunto que Maria Montessori nomeou de "OS BLOCOS" [eu li na versão em eBOOK que eu tenho do livro "Pedagogia científica" escrito pela própria Montessori] que é composto por três sistemas de blocos diferentes que trabalham as três dimensões. São eles:



a) o sistema de barras e comprimentos (“as barras vermelhas”) com barras longas e curtas;

b) o sistema dos prismas (“a escada marrom”) com prismas grossos e finos;

c) o sistema dos cubos (que nada mais é do que minha mais nova melhor amiga, “a torre rosa”) com cubos grandes e pequenos.



Em uma outra oportunidade volto para apresentar melhor esses outros dois materiais. Por enquanto, vou focar na Torre Rosa, para não perder a linha de raciocínio hehehe


POR QUE ELA É ROSA?

Eu não achei nenhuma informação que explicasse o porquê desse material ter sido executado na cor rosa, e já li em alguns blogs que por algum período, Montessori a utilizou na cor da própria madeira [se você souber alguma informação mais certeira sobre isso, me conta, tá?], mas o fato é que em seu livro, Montessori descreve o material como "uma série de dez cubos de cor rósea viva, que variam em suas três dimensões" (MONTESSORI, 1965, p. 127)


QUAIS HABILIDADES A TORRE ROSA TRABALHA?

Os exercícios propostos para serem trabalhados com a Torre Rosa colaboram com o desenvolvimento de algumas habilidades, dentre elas:


1) ESFORÇO E MEMÓRIA MUSCULAR

2) COORDENAÇÃO MOTORA, especialmente da coordenação entre o movimento mão-olhos (ou coordenação óculo-manual) que é a habilidade que nos permite realizar ações que requerem o uso simultâneo dos olhos e das mãos, ou seja, atividades que permitem agrupar a percepção visual e com a noção espacial.

3) RECONHECIMENTO PROPORÇÃO DE TAMANHOS

4) NOÇÕES DE EQUILÍBRIO

5) LINGUAGEM: maior/menor; grande/pequeno; em cima/embaixo...





É possível conquistar essas habilidades de outra forma?

Sim!!! Com certeza, mas você vai precisar ficar atento em proporcionar experiências que sejam coerentes com todos esses objetivos, e se você pode investir em um material tão rico [e cuidadosamente projetado pela própria Dra. Montessori com controle de erro pré-estabelecido] quanto este, por que não?


QUANDO APRESENTAR ESSE MATERIAL?


No livro, Maria Montessori indica que o uso da Torre Rosa foi pensado para ser apresentado à crianças a partir dos 3 anos de idade (essa informação é um pouco subjetiva demais, já que cada criança é uma criança e algumas desenvolvem habilidades antes (ou depois de outras), então fui averiguar qual a ordem de apresentação de materiais sensoriais e neste artigo do Lar Montessori, ilustra-se que o primeiro instrumento da sequência sensorial são os Encaixes Sólidos (que é um material que auxilia BASTANTE a criança a reconhecer diferenças de tamanhos e volumes com um controle de erro formidável), então, MINHA INTERPRETAÇÃO PESSOAL é que se a criança já tiver uma noção de similaridade e dissimilaridade percebendo materiais e encaixes de forma bastante assertiva, ela já tem um indício de que está pronta para trabalhar com a Torre. Além disso, ela deve ter facilidade para caminhar e se mover com o peso dos cubos de forma suficientemente boa para ser capaz de empilhá-los enquanto estiver de pé, sem cair ou se machucar. Se você não tiver certeza se a sua criança está pronta, recomendo que você procure orientação de um Guia Montessoriano.





COMO APRESENTAR ESSE MATERIAL?

Eu estou estudando bastante ANTES de apresentar nossa torre para a Rebeca, e sobre a apresentação, vou indicar alguns vídeos que foram os meus favoritos até agora:


1) Torre Rosa (Pink Tower) - Escola Maria, você pode ver aqui.

2) Pink tower presentation, neste vídeo.

3) PINK TOWER, disponível neste link.


Como EU entendi que deve ser feito esse exercício: sobre um tapete liso [aqui nessas fotos ele não aparece porque eu estou apresentando para vocês e não para minha filha, mas acompanhe lá no @ambientepreparado para ver mais sobre isso], que são muito usados em salas de aula montessorianas,, coloca-se o maior dos cubos (que mede 10cm), e depois os outros nove cubos, em sequência decrescente, na qual o cubo menor fica centralizado em seu cubo precedente de maneira a formar uma torre, propriamente dita.





Esse exercício trabalhará bastante a coordenação óculo-manual e também o fortalecimento dos músculos dos braços e das mãos, que deverão estar preparados para executar cada movimento com muita precisão.

É por esse motivo que também é possível afirmar que a criança estará exercitando também seus olhos: ela reconhecerá a graduação visual dos tamanhos e, se preparará para manipulá-los de forma mais eficiente.


Assim, a cada nova "montagem" da Torre Rosa, a criança estará fortalecendo cada vez mais sua memória muscular e aumentando sua percepção de precisão espacial (de 10, de 9, de 8, de 7, de 6, de 5, de 4, de 3, de 2 e de 1 centímetro, por isso, ela pode [e deve] refazer esses movimentos quantas vezes ELA achar necessário.


Para ir aumentando o nível de dificuldade das apresentações [você vai saber quando esse momento chegar caso sua criança comece a se desinteressar pelo material como o conhece] de algumas formas, por exemplo:





1) utilizar os cartões com as projeções (a @criandobrinquedos sempre envia esse material junto, então eu ganhei minhas projeções de presente e fiquei encantada com isso!);

2) montar a torre no sentido horizontal crescente;

3) montar a torre no sentido horizontal decrescente;

4) montar a torre de olhos vendados;


Além de TODAS essas vantagens indiretas que podem proporcionar às crianças na fase da MENTE ABSORVENTE CONSCIENTE (entre 3 e 6 anos), ela pode continuar sendo um material de apoio na fase de estudos do ensino fundamental como aritmética e geometria, por exemplo, aplicando seu conhecimento de proporções à ciência dos números!





POR QUE COMPRAR A TORRE ROSA DA @criandobrinquedos?


1. Menor custo do mercado (dentre as empresas que eu conheço);

2. A Torre Rosa deles é feita em madeira maciça (diferentemente de outras opções do mercado);

3. São a única empresa que envia as projeções sem custo adicional;

4. Apoio ao empreendedorismo materno, já que eles são uma micro empresa familiar, de produção 100% artesanal.


*Todo o conteúdo deste artigo (incluindo imagens, vídeos e textos) estão protegidos pela Lei de Direito Autoral e de Imagem. Caso queira compartilhar, peça autorização e indique a fonte!



ESTE ARTIGO FOI PRODUZIDO EM PARCERIA COM A CRIANDO BRINQUEDOS,. ALÉM DA TORRE ROSA ELES PRODUZEM E COMERCIALIZAM A ESCADA MARROM E AS BARRAS VERMELHAS, QUE TAMBÉM FORAM CITADOS AQUI. SE VOCÊ QUISER SABER MAIS SOBRE ELES (E OUTROS PRODUTOS) ENTRE EM CONTATO COM A @criandobrinquedos.


Referências

MONTESSORI, Maria. Pedagogia Científica. São Paulo: Livraria Editora Flamboyant, 1965.

228 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
TODA CRIANÇA MERECE UMA CASA SEGURA E INCLUSIVA!     
 
Por Audrey Migliani 
Mãe e Arquiteta
  • Grey Pinterest Ícone
  • Grey Instagram Ícone