Sobre repertório criativo na preparação de ambientes, na maternidade e na vida





No dia 9 de janeiro eu publiquei nos stories do meu Instagram a seguinte reflexão extraída do livro: "Meu livro da consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia" de Tadashi Kadomoto:


Print da tela dos meus stories no @ambientepreparado

Eu aproveitei essa mensagem para afirmar: "TODA MÃE É CRIATIVA!" e que basta ela treinar seu olhar para estar sempre atenta e cuidar para ter um bom repertório criativo e pedi que reagissem com 🔥 se quisessem que eu falasse mais sobre sobre o repertório criativo.

Foi bastante surpreendente para mim a quantidade de 🔥 que eu recebi na DM. Acho que essa foi a publicação que mais me rendeu mensagens diretas na história do @ambientepreprado hahahaha Daí que eu no dia seguinte eu combinei com o pessoal que assiste aos meus stories que eu faria um post aqui no BLOG do ambiente preparado para contar minhas três estratégias que me ajudam a manter um repertório criativo como mãe, como arquiteta e como mulher, já que esse não é um assunto diretamente ligado á preparação de ambientes, ainda que eu considere ele fundamental para preparar ambientes de forma mais intuitiva.



Print da tela dos meus stories no @ambientepreparado

As estratégias são bem simples, e talvez você já esteja acostumada a usá-las no seu dia a dia, mas é possível também que você nunca tenha pensado em utilizá-las com o intuito de construir seu repertório criativo.


Maaaas, antes de falar sobre essas três estratégias, quero te contar o que é esse tal "repertório criativo". Apesar do que muita gente pensa, a criatividade não é um "dom" que somente os gênios receberam na sua concepção. A criatividade trata-se de uma característica inerente do ser humano e você pode comprovar isso quando observa uma criança pequena criando soluções para seus problemas sem que nenhum adulto a tenha "ensinado" antes.

E na nossa infância que a nossa criatividade tende a morrer!!!

P A U S A D R A M Á T I C A


Quando éramos crianças, os adultos á nossa volta, com a maior boa vontade e todo o seu amor foram, aos poucos, nos impedindo de criar soluções para nossas questões no dia a dia, resolvendo-as por nós, sem nos permitir que fizéssemos por nós mesmos. Isso acontecia tanto nas questões mais sérias, como, por exemplo, quando tínhamos um conflito com outra criança, quanto em questões pequenas , como, por exemplo, como abrir a tampa de uma simples garrafa.

Aí está a importância de todo o legado de Maria Montessori para uma vida adulta criativa. Quando nós "deixamos que as crianças façam por elas mesmas" não estamos limitando sua criatividade, mas sim, incentivando-a!

Por isso, atente para como você conduz a criatividade da sua criança. Você a incentiva ou a limita?!


C U I D A D O!


Se sua infância seguiu os moldes da "educação tradicional", provavelmente você precisa de um empurrãozinho para reativar o instinto criativo no seu cérebro. Eu me considero uma pessoa criativa, acredito isso se deva á construção diária desse meu repertório criativo. Se você não se considera criativa ou se acha que sua criatividade pode ser mais bem desenvolvida, talvez minhas três estratégias para manter meu repertório criativo possam te ajudar.

São três coisas que eu incluo na minha vida diariamente


1. Livros e filmes

Desde o início de 2020 eu e meu marido incluímos na rotina um momento só nosso. Depois que a Rebeca dorme [e a gente termina nossas tarefas do dia], a gente assisti a um filme ou a um episódio de uma série. Ás vezes estamos muito cansados e não conseguimos terminar de assistir ao filme. Quando isso acontece a gente o termina no dia seguinte. O importante é manter na nossa rotina esse momento. Nós começamos isso antes da pandemia, mas acredito que isso nos ajudou muito a levar todas as preocupações e incertezas desse período tão difícil de forma mais leve e serena. Ter esse hábito juntos nos fez ter mais assunto (repertório de casal que vai além de falar de boletos e de questões com os filhos rs), nos trouxe um momento a dois que antes não tínhamos e, de quebra nos ajuda no nosso repertório criativo.

Isso porque, além de assistir ao filme e acompanhar a história, eu gosto de observar os cenários, os figurinos, imaginar finais alternativos para as personagens e isso abre meus horizontes e faz com que eu ative minha criatividade diariamente. Sobre leitura de livros vale a mesma coisa: ainda que eu seja uma leitora assídua de não-ficção eu aprendo demais com cada livro que leio porque além do conteúdo do livro eu também observo a estratégia de texto, a organização dos capítulos e fico tentando imaginar aonde o escritor chegará com seu raciocínio.

Se você é do time dos leitores de ficção você conseguirá desenvolver um repertório ainda maior porque não estará vendo o cenário e o figurino das personagens (como nos filmes), então terá que imaginar TUDO. Isso é criatividade raiz!!!


2. Referências

Não ache que você vai criar uma solução nunca antes vista na história da humanidade!

Na vida nada se cria, tudo se copia...ops.... tudo se transforma hehehe Ter referências de soluções já testadas por outras pessoas é muito mais rápido do que descobrir sozinha uma solução. Isso não significa que você deve copiar a solução da outra pessoa, muito menos que você deve comparar a sua realidade com a dos outros. Isso seria um tiro no pé e eu nunca vou recomendar isso para você. Maaaas, você pode aproveitar uma SOLUÇÃO TESTADA E APROVADA e TRANSFORMÁ-LA de forma mais personalizada ao seu contexto.


Como conseguir reunir essas referências?!

Eu já fiz muito recorte em revistas e já salvei muita coisa no computador para quando eu fosse precisar, mas atualmente, a maneira que mais funciona para mim é salvar nas pastinhas do Instagram!!

Print da tela dos meus stories no @ambientepreparado

Mas o pulo do gato aqui é salvar em pastas específicas: por exemplo: "BANHEIRO PREPARADO", "CANTINHO DO AUTOCUIDADO", "CANTINHO DA ÁGUA", assim fica mais fácil de você encontrar essa informação quando precisar dela!!! Aí você observa as referências que salvou como inspirações e pensa em como pode TRANSFORMÁ-LA para que ela se encaixe melhor no seu contexto. Aqui isso funciona muuito!!!

3. Minimize

Para o ambiente preparado o silêncio é muuito importante! Para que a gente tenha uma saúde mental o silêncio também é fundamental. No caso de repertório criativo o ócio tem sua importância. O ócio ao qual me refiro aqui nada mais é do que o "vazio". Se você tiver com o HD cheio não consegue incluir novas informações. Da mesma forma se sua mente estiver lotada você não vai ter espaço para construir novas soluções. No caso do repertório criativo uma vida com menos se torna ESSENCIAL: Por exemplo: se você tiver menos roupas, fica mais fácil decidir o que vestir. Se você seguir menos pessoas, assistir menos telejornais, ter menos redes sociais, sua vida vai se tornar mais leve.

Para MINIMIZAR, SELECIONE o que te faz bem e EXCLUA o que te faz mal. Minimizar te ajuda direcionar sua energia para o que realmente importa. O que importa para você?!


A dica extra é: tente SEMPRE olhar o mundo de outra forma. Quando tiver um problema em seu dia a dia, tente não agir no automático considerando soluções que você utilizou no passado ou que você entende como "senso comum". Pense: "eu poderia fazer isso de outra forma?". Se a resposta for positiva, tente entender de quantas formas e qual delas se adequaria melhor para seu contexto. O que eu costumo fazer muito por aqui é utilizar o brainstorming ( conhecido também como “chuva de ideias”) no papel porque isso me ajuda a visualizar melhor as possiblidades. Gosto de usar o papel com canetas coloridas para colocar hierarquia nas opções que tenham e porque papel e canetas coloridas me conectam DEMAIS com a minha criança interior que amava uma papelaria hehehe

O que te conecta com sua criança interior?!

Qual o seu termômetro da criatividade?! Você acha que essas estratégias podem te ajudar?! Incluiria outras dicas?! Tem alguma visão diferente sobre esse assunto?! Deixa uma mensagem pra mim lá na DM do @ambientepreparado para a gente continuar esse assunto! Quero muito saber o que você achou desse papo de hoje!


Por Audrey Migliani.

👧Mãe

📐Arquiteta (CAU A105110-5)

📚Doutoranda em Arquitetura e Urbanismo

🔅Guia Assistente no Método Montessori (3-6 anos) pelo Lar Montessori


29 visualizações0 comentário
TODA CRIANÇA MERECE UMA CASA SEGURA E INCLUSIVA!     
 
Por Audrey Migliani 
Mãe e Arquiteta
  • Grey Pinterest Ícone
  • Grey Instagram Ícone